Cirurgia Refrativa Oftalmolosita Porto Alegre

As principais causas da cegueira

As causas da cegueira podem ser de origem genética ou adquiridas ao longo da vida. A condição é caracterizada pela perda da visão, que pode ser ou total ou parcial. Existem diversas formas de avaliar a cegueira, portanto é importante o acompanhamento oftalmológico regular.

De acordo com o Conselho Brasileiro de Oftalmologia, cerca de 39 milhões de pessoas em todo o mundo são afetados pela cegueira. Além disso, o relatório das Condições da Saúde Ocular no Brasil 2019 afirma que 60% das cegueiras são evitáveis.

Neste artigo, listei as causas mais comuns da cegueira, assim como seus sintomas e algumas formas de evitar seu desenvolvimento.

Principais Causas da cegueira

1. Glaucoma

O glaucoma pode ser congênito ou desenvolver-se de acordo com o envelhecimento da pessoa. É caracterizado pelo aumento progressivo da pressão ocular, fazendo, dessa maneira, com que as células do nervo óptico morram. Os sintomas incluem dor, visão turva, cefaleia, náuseas e perda progressiva da visão até a cegueira.

A prevenção é feita através de exames oftalmológicos de rotina para verificar possíveis alterações na pressão do olho. O tratamento é feito com colírios, a fim de estabilizar a pressão ocular, com o uso de medicamentos ou por procedimentos cirúrgicos. Tudo irá depender, principalmente, de quão avançada está a doença.

2. Catarata

A catarata ocorre devido ao envelhecimento do cristalino do olho e, por isso, pode causar visão embaçada. Além disso, pode apresentar aumento da sensibilidade à claridade, confusão das cores e perda progressiva da visão até a cegueira. Pode surgir pelo uso de medicamentos, lesão no olho ou malformação do cristalino no desenvolvimento do bebê.

A catarata congênita não tem cura e é diagnosticada pelo teste do olhinho logo após o nascimento do bebê. Já a catarata desenvolvida na fase adulta, é passível de correção, por meio de procedimentos cirúrgicos.

3. Diabetes

A cegueira causada pelas complicações da diabetes acontece como resultado da retinopatia. Nesse caso, as concentrações excessivas de glicose no sangue, em virtude de um descontrole da glicemia, altera a retina e os vasos sanguíneos oculares.

Essas alterações oculares podem causar o aparecimento de pontos ou manchas negras na visão, assim como visão embaçada e cegueira.

O tratamento é feito por meio de acompanhamento médico, através do controle dos níveis de glicose no sangue. Dessa forma, diminuindo as chances de complicação da diabetes.

4. Degeneração da retina

O envelhecimento é a principal causa da degeneração da retina. Tal condição é caracterizada pela perda progressiva da visão, principalmente em pessoas que possuem histórico familiar da doença, deficiências nutricionais ou são tabagistas.

A degeneração da retina não tem cura. Assim, é recomendada a adoção de hábitos saudáveis para evitar sua ocorrência.

O tratamento dependerá, acima de tudo, do grau de comprometimento da visão. Ele pode ser feito por meio de cirurgia ou do uso de medicamentos, orais ou intraoculares.

5. Infecções

As infecções geralmente estão relacionadas às cegueiras congênitas. Elas ocorrem por causa de um contato com algum agente infeccioso durante a gravidez. Nesses casos, o tratamento não realizado de maneira eficaz é o responsável.

As infeções mais comuns que podem levar à cegueira são: sífilis, toxoplasmose e rubéola. Para evitá-las, é importante que a gestante mantenha as vacinas atualizadas e faça os exames pré-natais, permitindo identificar as doenças em seu estágio inicial e aumentando as chances de cura.

Em resumo do que foi visto até aqui, as principais causas da cegueira são provocadas pela falta de tratamento ou por um tratamento ineficaz para outras condições de saúde. Por isso, é importante destacar que, dependendo do caso, é possível frear ou impedir a cegueira com o tratamento correto.

Quer saber mais? Estou à disposição para solucionar qualquer dúvida que você possa ter e ficarei muito feliz em responder aos seus comentários sobre este assunto. Leia outros artigos e conheça mais do meu trabalho como oftalmologista em Porto Alegre!

O que deseja encontrar?

Compartilhe

Share on facebook
Share on linkedin
Share on google
Share on twitter
Share on email
Share on whatsapp